quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Os mistérios das catedrais e templos góticos

Para muitos, as catedrais e templos góticos, para além de serem edifícios católicos, são também livros de pedra que contêm símbolos e ensinamentos esotéricos. Estes edifícios, principalmente as grandes catedrais, sempre exerceram um estranho fascínio sobre a maioria das pessoas e muitos defendem que os seus construtores medievais usaram-nas para transmitir a doutrina hermética. Por isso, tradições antigas como a Cabala ou a alquimia convivem lado a lado com o cristianismo. (É importante salientar que algumas destas tradições herméticas eram proibidas pela religião católica).

Neste contexto, as catedrais, assim como outros templos, convidam-nos a fazer uma viagem e a ver para além das aparências.

A sua beleza, a sua grandeza, o seu silêncio e a luz que passa pelos vitrais coloridos, para além de criarem condições que nos podem levar à reflexão ou mesmo à meditação, facilmente provocam em nós um estado de tranquilidade.

Há até quem sugira que as catedrais são uma espécie de bosques de pedra, ou seja, seriam uma forma de reproduzir a magia dos bosques e o seu carácter sagrado. Mas, apesar destas construções serem realmente fantásticas, eu penso que o bosque natural pode cumprir a mesma função da catedral e até com mais eficácia…






Mosteiro da Batalha-Portugal

Existem alguns exemplos de arquitectura gótica em Portugal e o Mosteiro da Batalha é um desses exemplos.

O Mosteiro de Santa Maria da Vitória, mais conhecido como Mosteiro da Batalha, estilo gótico, foi construído para cumprir uma promessa feita por D. João I e comemora a vitória de Portugal sobre Castela na Batalha de Aljubarrota.

Segundo alguns, D. João I, mestre de Avis, foi iniciado nos mistérios templários. Para além disso, também afirmam que o mosteiro é um monumento maçónico operativo, não sendo o único em Portugal.

Esta obra ficou incompleta e há quem sugira que as chamadas Capelas Imperfeitas estão incompletas assim como está incompleta a missão universalista de Portugal: a criação do Quinto Império.


O Monumento possui várias mensagens e símbolos e apresenta-se como se fosse um mapa (do ocidente e península ibérica ao oriente, com a europa pelo meio). Na sua construção, nada foi fruto do acaso…










Fulcanelli e os mistérios das catedrais

No seu livro "O Mistério das Catedrais", Fulcanelli diz-nos que, paralelamente ao cristianismo, existe uma outra dimensão escondida dentro das catedrais e essa dimensão corresponde à alquimia e ao hermetismo. Fulcanelli procura então desvendar esses mistérios, interpretando a simbologia existente nas catedrais. (E quem gostar de temas relacionados com profecias e enigmas desse género, certamente irá lembrar-se da cruz de Hendaye e seus símbolos enigmáticos, assunto também analisado por Fulcanelli em “ O Mistério das Catedrais”).






Sem comentários:

Enviar um comentário